quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Pode até parecer fraqueza, pois que seja fraqueza então ♪♫



A saudade de vocês me fez ver o quanto eram importantes em minha vida, e o quão era verdadeiro o meu sorriso em cada manã.
Muitos me ensinaram a crescer, a ser realmente eu, a esquecer tudo aquilo que não fazia parte de mim.
Aprendi novos truques, com seus talentos nada mais essenciais do que exibido com inteligência; aprendi que a amizade existe se cada um de nós a cultivar
como se fosse uma planta recém-chegada, que quanto mais rega, mais cresce, e o fato da planta ter vida curta, isso não significa nada, pois sempre que ela é dada com um gesto de carinho e amor, ela trás muita alegria não importando a quantidade de tempo que ela prevalecerá bonita, mas que sempre estará guardada em sua lembrança; aprendi também a viver intensamente independentemente das loucuras feitas na vida, mas aproveitando a cada dia como se fosse o último - engraçado, já ouvi esse ditado a muito tempo, mas antes de vocês ele não fazia nenhum sentido, pois ouvir algo e não praticar é nada mais do que deixar passar algo que mais tarde nos fará falta.
Obrigada a todos vocês por todo esse tempo que apesar de ser curto foi intenso como o gélido floco de neve, ardente, mas passageiro, e que deixam marcas que nunca serão apagadas.

2 comentários:

  1. No final o que nos resta é apenas a lembrança. vivemos num processo continuo e caminhamos com o tempo. Durante a estrada muitos são os que se perdem. outros se afastam, alguns chegam e assim vamos.

    A terra é grande e as pessoas têm a tendencia de se perderem então é preciso aproveitar as oportunidades...aquelas que mudam a nossa vida para sempre.

    Bonito e sincero o texto. Nunca tinha entrado no blog. To seguindo.


    Abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
  2. oobg *-* te seguindo tbm, sucesso tbm.

    ResponderExcluir